Estiramento x distensão x contratura muscular

Para o nosso corpo se movimentar são necessárias duas ações do músculo: a ação de contração e a de relaxamento, as quais formam o ciclo de contração muscular voluntária. Esses movimentos são essenciais para que o gesto esportivo seja realizado. Quando uma solicitação da contração do músculo vai além da sua capacidade fisiológica ocorre a chamada lesão de sobrecarga e, com isso, o músculo ou o tendão se lesionam.

Estiramento  muscular  é uma lesão nas fibras musculares causada por um alongamento excessivo do músculo. De acordo com o grau de estiramento, pode haver lesão sem ruptura das fibras, ruptura parcial ou até a ruptura completa do músculo. A lesão caracteriza-se por dor muscular local, que piora ao esforço e também pode apresentar hematoma. É comum acontecer durante a prática de atividades esportivas.

Distensão muscular é uma lesão na junção músculo-tendínea ou no tendão, causada por um alongamento excessivo do músculo. Assim como no estiramento, a distensão também é classificada de acordo com o grau da lesão. Pode haver lesão sem ruptura do tecido, ruptura parcial ou até a ruptura completa do músculo ou tendão. É comum ocorrer uma distensão quando há falta de aquecimento e alongamento. O próprio cansaço muscular contribui muito, mas o agente causal é sempre um movimento forte de rápida contração ou movimento exagerado contra uma grande resistência.

Contratura muscular é quando um pequeno grupo de fibras musculares se contraem excessivamente de forma não voluntária (espasmo). Ao contrário do estiramento e da distensão, a contratura não gera lesão na fibra muscular. Ocorre a formação de nódulos no músculo que provocam dor e sensação de fadiga, dificultando ou impedindo determinado movimento.

Dentre as causas mais frequentes de contraturas estão a posição corporal inadequada ao assistir televisão, por exemplo, e também os desequilíbrios musculares que geram sobrecarga.

Lembre-se que toda lesão é séria! Caso alguma lesão apareça, consulte o fisioterapeuta, ele poderá iniciar o tratamento mais adequado para retornar aos exercícios com segurança.

 

 

Compartilhar:

Os comentários estão encerrados.