Conheça as causas e o tratamento para lesões no manguito rotador

 

As dores no ombro estão entre as principais queixas dos pacientes ao consultar um ortopedista. Uma das razões para essas dores são as lesões no Manguito Rotador, um grupo de quatro músculos que é responsável pela estabilização e movimento da articulação do ombro.

Existem outras lesões que provocam dores no ombro como, por exemplo, nas articulações Acromioclavicular e Glenoumeral. Contudo, neste texto, daremos enfoque às lesões no Manguito Rotador e às formas de tratamento da mesma.

Surgimento da lesão no Manguito Rotador

As lesões no Manguito Rotador iniciam com um quadro de dor e inflamação na região do ombro, levando a uma limitação nos movimentos do braço até mesmo em tarefas simples. Normalmente o exame de imagem revela a ruptura parcial das fibras dos tendão lesado, sendo que em estágios mais avançados podemos encontrar tendões completamente rompidos.

A gravidade da lesão no Manguito Rotador depende da extensão da mesma, isto é, do tamanho da inflamação, ou da ruptura das fibras, e quais tendões foram atingidos. Geralmente, esse tipo de lesão ocorre no tendão supraespinal, mas pode acometer outros tendões, o que configura em traumas mais extensos.

Causas da lesão no Manguito Rotador

A lesão no Manguito Rotador pode ocorrer por diversos fatores:

  • Desgaste dos tendões, iniciado a partir dos 35 a 40 anos;
  • Predisposição genética;
  • Idade avançada e características do paciente;
  • Lesão traumática provocada por quedas;
  • Fatores externos (Exemplo: tabagismo e obesidade).

Principais sintomas da lesão

Os sintomas mais frequentes de que a pessoa está com uma lesão no Manguito Rotador são os seguintes:

  • Dor na parte lateral no ombro, que pioram em períodos vespertinos ou noturnos;
  • Dores no ombro ao levantar o braço;
  • Dores ao pegar algo atrás de você (Exemplo: no banco de trás do carro);
  • Dores aos vestir uma camisa ou fechar um vestido que tenha zíper nas costas.

Quando a lesão é mais grave, isto é, envolve ruptura total do tendão do Manguito Rotador, a pessoa pode apresentar perdas de alguns movimentos, como, por exemplo, a elevação do braço.

Tratamento da lesão no Manguito Rotador

As lesões no Manguito Rotador, em sua maioria, são tratadas de forma não cirúrgica, principalmente quando estão no estágio inicial. Esse tratamento é feito através da prescrição de analgésicos e antinflamatórios. Além disso, o paciente deve se submeter a um programa de reabilitação, focado no fortalecimento, por um período mínimo de 12 semanas.

Caso o tratamento conservador não seja eficaz, o ortopedista poderá realizar uma intervenção cirúrgica para reparar a lesão. Após a cirurgia, o paciente fica com o braço na tipóia e, passadas de 6 a 8 semanas, são indicados exercícios específicos, com acompanhamento do fisioterapeuta, visando recuperar os movimentos do ombro.

Tratamento conservador x Tratamento cirúrgico

Recentemente, foi publicado um estudo no qual pessoas que tiveram ruptura total do Manguito Rotador e se submeteram a um tratamento conservador, obtiveram o mesmo nível de recuperação daqueles que passaram por uma intervenção cirúrgica para reparar a lesão.

O objetivo dos autores foi mostrar que a fisioterapia é uma alternativa de tratamento não apenas para quem possui uma lesão no Manguito Rotador em estágio inicial, mas também para pacientes com ruptura crônica do tendão.

Os autores ainda dizem que o tratamento deve ser feito de forma precoce, seja ele cirúrgico ou conservador, conforme o paciente preferir. Caso a pessoa opte pela fisioterapia, ela deve ser feita, em média, por 3 meses. No estudo, os pacientes que escolheram o tratamento fisioterapêutico tiveram desfechos clínicos e funcionais semelhantes aos tratados de maneira cirúrgica, mesmo após 5 anos de acompanhamento da evolução do paciente.

Este estudo foi publicado em 2018 no Journal of Shoulder and Elbow Surgery e foi feito por Boorman e colaboradores.

Se você quiser conhecer com mais detalhes o trabalho da Reabilite-se e os tipos de programas de reabilitação que oferecemos, entre em contato conosco pelo nosso site.

Compartilhar:

Os comentários estão encerrados.